Matérias

 

Conheça nosso instagram

BIM otimiza processos e reduz custos de obras

O Building Information Modeling (Modelagem da Informação da Construção - BIM) é uma metodologia que revoluciona o mercado da construção civil ao viabilizar a representação gráfica detalhada da obra. O resultado vai além de um modelo virtual em 3D, pois reúne características físicas e funcionais, agregando dados do ciclo de vida do projeto.

O BIM ganhou os holofotes com o Decreto nº10.306/20, que estabelece sua adoção na execuçãodireta ou indireta de obras e serviços de engenhariarealizada pela administração pública federal. Odecreto dita as fases de implementação gradual doBIM. A primeira etapa iniciou em 01/01/21, enquantoa terceira e última começa em 01/01/26.

Apesar de a exigência legal inicialmente incluir apenas órgãos públicos, todos podem desde já usufruir dos benefícios do BIM. Inclusive os clientes que buscam profi ssionais para construir ou reformar seus imóveis. O BIM também se adequa a essa necessidade e trazer grandes economias ao projeto.

“O BIM é o desenvolvimento do projeto de forma coordenada e colaborativa, com softwares e planos de execução apropriados ao objetivo do cliente”, explica Fabbio Péra, arquiteto e urbanista, CEO da FPE Projetos & Consultoria. Ele conta que o método potencializa o intercâmbio entre os projetistas. “A modelagem das informações de cada elemento construtivo é compartilhada e compatibilizada em tempo real, tornando o processo mais assertivo e transparente”, ressalta.

bim

Importância da adoção do BIM

Para Fabbio, vários fatores fi zeram o BIM tornar-se real, em especial a queda do tempo de revisões de projeto e a possibilidade de automatização de extração de quantitativos de materiais. Com o BIM, é possível reduzir significativamente os custos da obra. “A diminuição dos desperdícios com materiais e serviços pode chegar a 20% do valor da construção”, estima o profissional.

Outra vantagem é a otimização da comunicação e da troca de informações entre os protagonistas do processo construtivo. “O BIM permite a maior interação e colaboração profissional, por meio das boas práticas que poderão conceber, executar, manter e operar a edificação em todas as suas fases”, afirma Fabbio Péra.

Ou seja, o método interfere positivamente desde o planejamento até a execução da obra, facilitando seu gerenciamento. Ao possibilitar o trabalho colaborativo multidisciplinar, ele permite o mapeamento completo de informações, imprimindo mais segurança e eficiência nos processos. “O BIM nos permite estar atualizados com um mundo que não tem tempo nem espaço para o erro”, aponta Fabbio Péra.

Como funciona o BIM?

O arquiteto e urbanista Fabbio Péra explica que o BIM funciona com o entrelaçamento de pessoas, fluxos,  softwares e colaboração profissional. “Com união desses elementos é possível conceber o projeto por meio da modelagem assistida e com protocolos de análises de desempenho e normativas em todos os momentos da edificação”, afirma.

Fabbio conta que as empresas estão se adaptando e que os resultados em transparência e qualidade dos dados são evidentes. “É um caminho sem volta. A FPE Projetos & Consultoria, por exemplo, já se destaca com clientes da área pública. Acredito que essa obrigatoriedade ao poder público impulsionará a disseminação da metodologia na iniciativa privada em curto prazo. O mercado só tem a ganhar com as ferramentas do BIM”, conclui.